Passageiro do transporte coletivo em Aracaju poderá descer fora do ponto

Escrito por: Redação

 

Os motoristas do transporte coletivo de Aracaju estão autorizados a parar fora do ponto. O Projeto de Lei que tinha sido vetado pelo prefeito Edvaldo Nogueira foi aprovado nesta terça-feira (05), na Câmara de Vereadores de Aracaju (CMA), por 17 votos favoráveis e quatro contrários.

 

O PL nº 223/2015 assegura o desembarque de passageiros durante o fim da noite e madrugada nos dias úteis, feriados e finais de semana, em qualquer lugar do trajeto.Para o vereador Anderson de Tuca, autor do projeto, essa é uma conquista dos milhares de aracajuanos que utilizam o transporte público diariamente. “Mais uma vitória para a nossa população que tanto sofre com a violência. Não tenho dúvida que essa iniciativa vai inibir a ação dos criminosos.

 

A partir de agora, o passageiro vai ter a liberdade de desembarcar em lugares iluminados mesmo que não haja parada regulamentada”, afirmou.O vereador fez questão de ressaltar que o projeto determina apenas o desembarque dos usuários em paradas aleatórias, e não vai alterar o itinerário das linhas de ônibus nem onerar os cofres públicos.

 

“É importante frisar que o objetivo do PL é contribuir com a segurança dos passageiros, em especial das mulheres, que são mais vulneráveis. Essa atitude não vai interferir no itinerário que os ônibus possuem e muito menos gerar custos para o município”, declarou.Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) avaliou que a medida compromete o tempo de viagem e segurança no transporte.

 

“Quando os pontos de parada do transporte coletivo passam a ser aleatórios, o tempo de viagem das linhas deve sofrer um considerável aumento e a regularidade nos pontos de paradas previamente estabelecidos será comprometida, gerando também atrasados. Além disso, o ônibus e, consequentemente, os passageiros estarão expostos ao risco de insegurança, haja vista que a parada aleatória nas vias foge do índice de segurança preventiva considerado na delimitação dos pontos fixo”, afirmou.

 

 

 

 

 

Fonte: F5News

Website Pin Facebook Twitter Myspace Friendfeed Technorati del.icio.us Digg Google StumbleUpon Premium Responsive

Deixe seu comentário